pattern-vermelho.png

Metade da amostra não manteve relações sexuais durante o isolamento, e dentre os 48% que tiveram relações, 22% afirmam que a frequência diminuiu.

*2% preferiu não responder

50%

01-libido.png

LIBIDO & RELACIONAMENTOS

SEMANA 5 | 16/4/2020 a 22/4/2020 | 3.2 P.P.

Isolamento social sexual

Constatando o tão falado furo da quarentena, até a 5a semana,

02-libido.png

23%

da amostra afirmou que recebeu visitas ou visitou alguém e teve relações sexuais

pattern-vermelho.png

Apesar do confinamento e das possibilidades tecnológicas, o sexual virtual e o “manda nudes” não foram uma realidade para a maioria.

03-libido.png

A grande parte dessa amostra não fazia sexo virtual

67%
04-libido.png

Também não fez nudes durante a quarentena

53%

Quem estava apenas com o(a) parceiro(a) declarou:

06-libido.png

São os que tinham o hábito de se masturbar e diminuíram durante a quarentena

30%

&

05-libido.png

Diminuição da libido e da frequência das relações sexuais, mais que os outros grupos.

pattern-vermelho.png

As coisas também mudaram no dia a dia

07-libido.png

38%

Quem teve companhia na quarentena se disse mais cuidadoso

Porém, é nessa convivência que aparece também o desgastemas também apontou desafios, ao se sentirem mais:

08-libido.png

 impacientes

irritados

30%

24%

uns com os outros

Conheça os outros temas da pesquisa: